sexta-feira, 26 de novembro de 2010

NÃO COMETERÁS ADULTÉRIO, NEM USARÁS O FACEBOOK PARA FAZÊ-LO.









O título da postagem é bastante estranho, mas não se trata de uma palavra de nossa autoria. Ele está como destaque no excelente jornal evangélico "Noticias Cristanas", que agrega sensacionais matérias em espanhol acerca da vida cristã como missões, musica gospel, educação, ministérios, etc.

Nesta semana o jornal trouxe uma matéria com o título acima, que poderia ser taxado de no mínimo diferente(você pode confirir o original aqui).

Digo diferente, porém seria melhor dizer polêmico, porque o pastor Cedric Miller da Living Word Christian Fellowship Church fez uma declaração contundente, parafraseando o versículo 4 de Exôdo 20 : "Não adulterarás, nem usará o Facebook para tal". Na verdade pr.Cedric entende que o adultério e Facebook são parceiros para a prática deste pecado.

Com uma igreja de 1.100 membros em Nova Jersey, E.U.A,  ele alega que 20 casais tem experimentado problemas conjugais nos ultimos seis meses, pois o marido acaba aceitando no relacionamento da rede social a ex-noiva ou ex-namorada.

Em decorrências destes problemas, cerca de 50 oficiais da igreja foram convocados a deletarem suas contas no site da rede social ou entregarem suas posições de liderança. Há um precedente em que o pastor já tinha solicitado as suas ovelhas casadas que informassem a senha de acesso aos seus parceiros, e agora ele sugere a desistência do Facebook . O pastor declarou: "Aconselhei os casais com problemas conjugais por causa do Facebook, gerada na acietação de  amizade na rede  com uma pessoa de relacionamento passado, porque isto acaba sendo uma tentação muito grande".

O pastor Miller é casado e tem uma conta no Facebook que usou para manter contatos com seis filhos, mas ele garantiu que seguirá seu proprio conselho e cancelará a sua conta este fim de semana. No ultimo domingo, sugeriu a todas as pessoas casadas que parem de usar o Facebook, não prejudicando assim o casamento. Ele continuou, "este conselho foi declarado a toda igreja para que saibam o que solicitei a liderança da igreja, não vou exigir de toda a congregação, porém confio que acatem meu conselho."

Falando de púlpito sobre os perigos do Facebook, disse:" Alguns líderes já fizeram, outras ovelhas assustadas eliminaram suas contas imediatamente, e algumas entenderam que isto não é da minha incumbência. "


Nosso parecer (inclusive com comentário postado no Jornal e Facebook):

Compreendo perfeitamente a posição do Pr.Cedric, que possivelmente erra por excesso de zêlo, mas não por omissão, porém penso que existe um falha quando os maridos aceitam as ex-noivas como amigas no Facebook. Compromisso assumido com uma  mulher é para sempre, o que passou, passou. Quanto à postura espiritual, há de se convir que o lugar do crente verdadeiro é na cruz, mesmo sabendo que tentações nos sobreviriam, e foi por isto que na oração de Jesus em João 17, Ele pede ao Pai que os seus seguidores não sejam tirados do do mundo, mas que sejam guardados do mal, porque creram Nele pela palavra de Deus.(Jo 17:15, 20).

Se Facebook, Twitter e outras redes sociais  funcionam como portas para o pecado, o problema não está nas redes em si, mas em quem não está "curado" na alma para manipular estas tecnologias. Como faremos então com a TV e a propria internet? Daniel disse que a ciencia se multiplicaria, e precisamos fugir para uma caverna porque não "temos maturidade" para enfrentar o resultado do progresso. Penso que "nao podemos impedir de um pássaro voar sobre nossa cabeça, mas de fazer um ninho, isto podemos impedi-lo".

Fomos comprados por um preço precioso, então devemos glorificar a Deus em nossos corpos. (I Co 5.20). Alguém que experimentou a máquina da cruz, é nova criatura, é nova vida. Não há como "uma linguiça virar porco de novo". Se segmentos da mídia estão influenciando vidas que se dizem cristãs, é porque a morte de cruz ainda não foi experimentada totalmente. Estes instrumentos da internet só geram males aos "que foram enterrados em cova rasa" . Façamos de Gálatas 2:20 uma canção diária :"Não mais eu, mas Cristo vive em mim, já estou crucificado."

E selando a postura da nova criatura Paulo é muito enfático em Romanos 6 quando fala do grande resgaste efetuado pela graça "considerai-vos mortos para o pecado, mas vivos para Deus, em Cristo Jesus. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, de maneira que obedeçais às suas paixões; nem ofereçais cada um os membros do seu corpo ao pecado, como instrumentos de iniquidade; mas oferecei-vos a Deus, como ressurretos dentre os mortos, e os vossos membros, a Deus, como instrumentos de justiça. Porque o pecado não terá domínio sobre vós; pois não estais debaixo da lei, e sim da graça." (Rm 6:11-14)

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

FRIO EXISTE? ESCURIDÃO EXISTE? DEUS EXISTE!

Hoje, bem pela manhã eu meditava no Salmo 42, uma preciosidade de texto, alías um dos 12 Salmos(42-49, 84 e 85, 87 e 88) que são atribuídos aos filhos de Coré, uma familia de levitas, decendentes de um líder rebelde, que para nosso maior proveito, foram poupados quando Coré morreu por sua rebeldia(Nm 26.10,11). Quando cheguei no versículo 3 comecei a refletir sobre as dificuldades que experimentei este ano, e como ví gente menear a cabeça ao tomar conhecimento das minhas limitações e suas atitudes pareciam gritar nos meus ouvidos:" Onde está o seu Deus?"

Estas coisas mexeram comigo, pois foram diversas as provações que passei e então  entendi literalmente a linguagem dos salmitas, porque experimentei as lágrimas como alimento nos meses de abril a junho. Eu não tinha uma resposta lógica para dar aos que me questionavam, digo lógica, porque quem fica em dúvida com a presença ou existência de Deus, só trabalha em cima da lógica, do nexo, dos sentidos. Eles sempre existiram e constantemente agem com indagações acerca da existência de Deus, ou porque se Deus existe não vem em socorro dos afligidos por situações adversas.

Terminado meu devocional, consolado por palavras que liberaram gotas de um lenitivo divino sobre a minha alma, orei, entreguei nas mãos do Senhor o dia que teria que enfrentar e antes do café matinal, adentrei por alguns instantes na net e como que uma coincidiência, esbarrei num blog (que nem quero lembrar o nome) com uma frase fora do normal, descabida e com tom de total rebeldia.

Um ilustre blogueiro, cétipco inveterado, declarou aos gritos, com letras maiúsculas, questionando sobre tragédias e calamidades: "EI DEUS, TU ÉS DIGNO DO MEU ÓDIO, VAI ACABAR COM TODO MAL OU VAI SEGUIR ATRAPALHANDO A CIÊNCIA? " .  Descí para o desjejum com estas palavras martelando minha cabeça. Elas não saiam da minha mente. Eu não conseguia assimilar como um humano que é despertado pela misericórdia do Senhor para um dia de vida, lança uma frase deste timbre num texto de um blog que pode atingir pessoas mil. Mas, também entendo o direito de cada um expressar os seus sentimentos, ainda que pareça um tanto descomunal  o palavrório que compunha a sua frase.

Continuei as minhas atividades até que as 13h00 pude retornar a net. Abrindo meu email, encontro lá uma matéria advindo do Newscreio que eu considerei uma verdadeira coincidência. O título era A GUERRA ENTRE CIÊNCIA E RELIGIÃO. Uma matéria bem substancial que você pode conferir na íntegra, tem a fonte no final da postagem, e que versa sobre um livro sob o título 'Ciência ou Religião: quem vai conduzir a história?, lançado pela Editora Sinodal.

O autor,  pastor Gottfried faz declarações interessantes como: "Necessitamos de um novo pacto entre a fé e a ciência na tentativa de salvar o ser humano das ameaças à sua vida. É a parceria entre ambas que se deve pretender, não a rivalidade" e ainda segundo o pastor "na nação brasileira cresce a descrença, embora a maioria continue crente. Isto vale também para os ateus, pois pessoas sem fé não existe, endossa o autor. "Todos têm suas convicções e seus valores. Importante mesmo não é, se as pessoas crêem ou não, importante é saber em que se crê. E nesse tocante há muito a clarear em nossos tempos e em nosso país".

Particulamente eu prefiro e vejo que dá mais sentido usar a palavra fé do que religião, mas no contexto é bem tolerável o termo religião. Tenho profundas convicções de que fé e ciência andam 100% juntas, mas há os que levantam questionamentos como o blogueiro da frase que é uma verdadeira acinte a Deus. Respeito as opiniões, mas entendo que isto é antigo, e se você não crê é bom que assista ao vídeo abaixo, e com certeza você fará côro comigo que o ilustre blogueiro mudaria de idéia depois de ouvir as lições de um pequeno estudante, que se tornou um dos maiores, senão o maior cientista da história moderna.

Dê o play e veja a lição do petiz.



Dados sobre o tema e livro: NEWSCREIO

terça-feira, 23 de novembro de 2010

A FIDELIDADE DE DEUS

Quantas são as vezes que nos pegamos inquietos com a espera de uma benção que parece não chegar. Sempre estamos esperando algo que Deus irá preparar, uma porta para um novo serviço, uma promoção, a cura de uma enfermidade, a aquisição de uma casa nova, de um carro do ano. E enquanto não chega o tempo determinado por Deus e a coisa não acontece, passamos neste período da demora da benção por uma espécie de provação da nossa fé. Costumo sempre dizer que poucas coisas são mais dificeis do que esperar. Há um texto em Deuteronômio 7: 9 que nos traz um grande consolo, porque que se amamos a Deus e obedecemos seus preceitos, Ele é que tem uma peculiaridade que nos garante a chegada da benção, mais cedo, ou mais tarde: Fidelidade. Assim diz o texto:" Saibam, portanto, que o Senhor, o seu Deus, é Deus; ele é o Deus fiel, que mantém a aliança e bondade por mil gerações daqueles que o amam e obedecem aos seus mandamentos."

Agora o que precisamos é formar um conceito precioso em nosso coração de que uma vitória ainda não experimentada, não é a sinalização definitiva que esta não chegará. O texto citado nos traz a garantia da fidelidade de Deus, então se somos portadores da promessa, Ele indubitavelmente a cumprirá.

Um exemplo clássico de promessa de Deus cumprida independente do tempo demorado é o caso do nascimento de Isaque, filho de Abraão. Gênesis 21.5 diz que Abraão tinha cem anos quando nasceu Isaque, seu filho. Mas o histórico que antecede este fato é muito importante para alicerçar a nossa fé. Abraão, obedecendo à chamada divina, ele e sua esposa Sara, seu pai Terá e seu sobrinho Ló (Gen. 11:31) saíram de Ur da Caldeia e estabeleceram-se durante algum tempo em Harã. Daí, aos 75 anos de idade, retomou o rumo indicado por Deus, em direção a Canaã.

Em Canaã, a fé de Abraão foi duramente posta à prova. Ele e Sara iam envelhecendo sem que vissem a concretização da promessa divina de um filho que seria a origem de uma grande nação (Gen. 12:2). Então, uma noite, o Senhor conduziu-o para fora de casa: “Olha para os céus e conta as estrelas, se é que o podes. E lhe disse: Será assim a tua posteridade. Ele creu no Senhor, e isso lhe foi imputado para justiça” (Gen. 15:5-6).

Aos 99 anos, recebeu do Senhor a reconfirmação das Suas promessas (Gen. 17.21), que se cumpriram com o nascimento de Isaque no ano seguinte (Gen. 21). Este nascimento, obra da miraculosa graça de Deus, recompensava a inabalável fé do patriarca Abraão. 

Então esta demora de 25 longos anos para ver a promessa cumprida foi de grande valia para Abraão, pois sua fé foi fortalecida, em que certamente aprendeu muitas coisas do Senhor. E em momento algum duvidou da promessa. Por isso, o autor aos Hebreus narra enfaticamente:  (Hb 11:8-16) Abraão confiou em Deus, e quando Deus lhe disse que deixasse a sua pátria e fosse para longe, a uma outra terra que Ele prometera dar-lhe. Abraão obedeceu. E foi embora, sem ao menos saber para onde ia.E mesmo depois que chegou à terra prometida por Deus, ele morou em tendas como um simples hóspede, como fizeram Isaque e Jacó, a quem Deus fez a mesma promessa. Abraão fez isso porque estava esperando confiadamente que Deus o levasse àquela forte cidade celestial, cujo arquiteto e construtor é Deus.Sara também teve fé, e por causa disso pôde tornar-se mãe, apesar da sua idade avançada, pois ela compreendeu que Deus, que lhe fez sua promessa, sem nenhuma dúvida faria o que disse.E assim uma nação inteira veio de Abraão, que era velho demais para ter um filho que fosse; uma nação com tantos milhões de pessoas que, assim como as estrelas do céu e a areia da praia dos mares, não há meio de poder contá-los.Estes homens de fé que eu mencionei morreram sem jamais terem recebido tudo quanto Deus lhes prometeu; mas viram tudo que os esperava adiante, e ficaram contentes, pois concordavam que esta terra não era a sua verdadeira pátria, mas que eles eram apenas forasteiros de visita aqui embaixo.E muito logicamente, quando eles falavam assim, estavam com olhos postos na sua verdadeira pátria no céu.Se eles tivessem desejado, poderiam ter voltado às coisas boas deste mundo.Mas não quiseram. Eles estavam vivendo para o céu. E agora Deus não se envergonha de ser chamado seu Deus, pois fez uma cidade celestial para eles.(Biblia Viva)

Apesar da inquietação falada no início desta postagem, nunca reclame de que Deus não esta fazendo nada por você, porque isto não é verdade, pois Deus sempre está fazendo algo em nossas vidas. Jamais desista porque ainda não alcançou a vitória, pois se Deus prometeu, Ele certamente te entregará no momento que Ele desejar. Lembra-te de Abraão, mesmo quando não parecia estar acontecendo o milagre, ele utilizou de crer contra a esperança até que a benção chegasse. Entretanto, Abraão nunca duvidou. Creu em Deus, pois sua fé e sua confiança tornaram-se ainda mais fortes. Ele ainda louvou a Deus por essa bênção, antes mesmo que ela se tornasse real. É o que diz Romanos 4:20 "Entretanto, Abraão nunca duvidou. Creu em Deus, pois sua fé e sua confiança tornaram-se ainda mais fortes. Ele ainda louvou a Deus por essa bênção, antes mesmo que aquilo acontecesse"

Então passe pela prova cantando louvores  a Deus de Israel e sempre, em todo o momento O adore, e lembre-se : Nada está fora do alcance da oração, exceto o que está fora da vontade de Deus. Creia, se Ele prometeu, é fiel para cumprir.


segunda-feira, 15 de novembro de 2010

PARA DEUS TUDO É POSSÍVEL

Esta semana, eu comecei com um grande desafio. Tinha algo que precisava acontecer, mas parecia impossivel para mim. Segunda, terça, quarta. Três dias já passados da semana. Mas agora a pouco, há menos de uma hora, (agora são 19h20) o milagre veio. Eu estava olhando para mim, e via que o gigante era forte demais para que conseguisse a vitória.Mas, derepente tirei os olhos de mim, e comecei a olhar no autor e onsumador da minha fé. Estava orando, quando tocou o telefone, eu não podia atender, estava orando, tocou outra vez e ainda mais uma, pedi ao Senhor um tempo, podia ser alguém precisando de mim. Mas não era, do outro lado estava o milagre. O Deus do impossível não se esqueceu de mim. Estou este vídeo e recomendo vê-lo para que se anime e receba o que o Deus do Impossível tem para você. Com Ele, o gigante não só está desafiado, mas também derrotado.

Postagem original em 03.12.2009




sábado, 13 de novembro de 2010

A FÔRMA QUE FORMA

Em 1976 eu tive a felicidade de participar de uma Convenção de uma igreja evangélica e lembro-me bem do tema daquele evento. Baseado em I Timóteo 4:12b "torna-padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza".

Lembro-me ainda da linda flâmula dada aos senhores convencionais, inscritos para os devidos desígnios que lhes seriam conferidos. Era um tempo precioso, os homens e mulheres que alí estavam tinham consciência do compromisso que abracariam doravante quando investidos em um novo ofício(não gosto de cargo e nem função) e que com todo aquele cabedal de conhecimento adquirido nos cursos preparatórios, deveriam ser uma espécie de fôrma que fórma.

Ser uma fôrma que fórma é ser capaz de gerar gente nos mesmos moldes, com as mesmas caraterísticas, com padrão igual e assim dar continuidade à proposta que se pretendia como igreja que levanta com base no chamado de Deus, homens que sejam sal fora do saleiro, que deem gôsto às coisas insossas deste mundo tão contaminado pelo pecado.

Por favor, entenda, não estou falando em clonagem ou cópia discipular, de ser tudo igual, de falar todo mundo o mesmo jargão. Não, estou falando algo mais sério, de gente que toma para si o chamado de ser "padrão" , isto é, que se torna referência ou modêlo.

O apóstolo Paulo ao escrever ao jovem Timóteo tem convicção no seu linguajar trazendo recomendação de tamanha responsabilidade cristã " torna-te padrão". Padrão, modêlo na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza. E esta recomendação não para em Timóteo mas estende-se a todos os que aspiram o atender a designação do Senhor Jesus de que "somos sal e luz de mundo". E estas coisas me fazem pensar seriamente no porque então, se temos tamanha instrução aliada ao chamado, porque encontramos tanta gente se "conformando com os padrões mundanos", deixando-se moldar pela fôrma errada?

Por exemplo, Provérbios 24:11 diz :" teme ao Senhor, filho meu, e ao rei e não te associes com os revoltosos", e é uma boa palavra para ser cumprida aos que pretendem ser "referenciais", "modelos", "fôrmas" e "padrões". Mas, me causa espanto ver tanto sujeira circulando pela internet à guisa de defesa de direitos ou ainda de cobrança das atitudes negativas dos nossos homens públicos. É gente que tem uma "síndrome de estilingue" que para sí tudo e todos são vidraças-alvos perfeitos da sua inquietação e então miram os seus bombardeiros eletrônicos e disparam milhares de emails tecendo críticas e divulgando as falhas dos homens investidos em cargos públicos.

Veja bem, não estou postulando aqui a condição de "advogado do diabo", sem dúvidas tudo o que temos visto pelos homens que deveriam ser exemplos realmente chocam, ou melhor, traem a confiança que lhes foi depositada através do sufrágio universal. Mas eu quero me deter em um fator de suma importância, ou melhor, uma análise mais fria destes males que experimentamos pela práticas dos distintos que deveriam fazer o certo e não fazem.

A questão é:"que direito tem um povo de cobrar os que fazem errado, se este povo, na sua maioria pratica coisas tão erradas quanto? Por exemplo:" estacionar na calçada, na maioria das vezes debaixo das placas proibitivas, subornar ou tenta subornar quando é pego cometendo infração, trocar o voto por caminhão de terra, areia e até por umas merrecas, dirigir falando no celular, trafegar pela direita no acostamento quando de um congestionamento, parar em fila dupla em frente às escolas(pensa que é o filho do prefeito, dono da rua), por mesas e churrasqueiras nas calçadas, pegar atestado médico sem estar doente para faltar ao trabalho, faz "gatonet", tv a cabo, luz, etc, passar escritura no valor abaixo do comprado para pagar menos impostos, estacionar em vagas de deficientes ou idosos, pilotar moto sem capacete, comprar produto pirata com a consciência de que é pirata, emplacar o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA, levar do ambiente de trabalho clipes, canetas, lápis e o que der para levar como se isso não fosse roubo, viajar para o exterior e não falar a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que leva ou traz na bagagem.

No mínimo alguém vai dizer, mas este não é o padrão do crente, mas quanta gente que diz professar a palavra que é pego com as mãos na botija. Ou será que estou enganado ou sonhei isto? Se cada crente cumprir o designado de Paulo à Timóteo então estaríamos cheios de razão de fazer as cobranças dos homens públicos desta nação. Há uma necessidade de começarmos urgentemente a por em prática a transformação pessoal, isto é, cada um tornando padrão modêlo para que a Nação se transforme.

Queremos políticos honestos, mas muitas vezes passamos o farol vermelho porque não tem guarda nenhum olhando. Será que por ventura, estes políticos que fazemos correntes na internet denunciando suas mazelas são ilustres visitantes de outro planeta, são extra-terrestres? Não, são pessoas oriundas do meio do mesmo povo que pratica todos os absurdos citados acima.

Então Deus tem uma esperança em cada filho Dele que obedeça este texto de Paulo para adotarmos já uma mudança comportamental, começando com um que segue a Palavra. Estamos esperando o Brasil mudar, os políticos mudarem, mas precisamos nos "tornar padrão e exemplo" para que esta mudança aconteça. E ela deve começar dentro de cada um, nas nossas casas, nas nossas atitudes.

Me impressiona sobremaneira o discurso que está aí que é preciso urgente deixar um Brasil melhor para os nossos filhos, quando estamos cometendo um gravíssimo erro de não aplicarmos em atentar para a Palavra de Deus e deixarmos filhos melhores para o Brasil. Filhos educados por princípios de honestidade, dignidade, ética e responsabilidade.

Não adianta a reclamação, a revolta e o "panelaço" tentando forçar a mudança via " de fora para dentro ", é preciso começar já uma mudança interior como diz Paulo em Romanos capitulo 12: 2 "Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." Engaje-se nesta receita de Deus para uma Nação melhor, seja uma "forma que fórma" gente de padrão, que seja exemplo e modêlo para o nosso Brasil.

sábado, 6 de novembro de 2010

COMO É MAJESTOSO O TEU NOME SENHOR!




“Senhor, Senhor nosso, como é majestoso o teu nome em toda a terra! Tu, cuja glória é cantada nos céus. Salmo 8:1


Este é um tempo de busca insaciável de conhecimento do Pai por todos aqueles que O amam. Enquanto isso, os que têm um conhecimento superficial de Deus e aqueles não tem conhecimento nenhum, blasfemam o Seu nome, ou se contentam em afirmar nas horas de aperto: Eu também sou filho de Deus!


Davi não encontrou palavras para expressar a sua admiração e a grandeza desse nome. Faltou palavras ao salmista para expressar a dignidade do Senhor, e tudo o que ele pode fazer foi exclamar: Como é majestoso o seu nome... O poeta declara que essa excelência do nome do Senhor está por toda a terra e de maneira graciosa começa a descrever os sentimentos mais fortes do seu coração em relação ao seu Senhor, que ele conhecia muito bem: Tu, cuja glória é cantada nos céus. Dos lábios das crianças e dos recém-nascidos firmaste o teu nome como fortaleza, por causa dos teus adversários, para silenciar o inimigo que busca vingança. Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que ali firmaste, pergunto: Que é o homem, para que com ele te importes? E o filho do homem, para que com ele te preocupes? Tu o fizeste um pouco menor do que os seres celestiais e o coroaste de glória e honra. Tu o fizeste dominar sobre as obras das tuas mãos; sob os seus pés tudo puseste: todos os rebanhos e manadas, e até os animais selvagens, as aves do céu, os peixes do mar e tudo o que percorre as veredas dos mares. Senhor, Senhor nosso, como é majestoso o teu nome em toda a terra!

Como é majestoso o seu nome em toda a terra... isto é um eco de Gênesis 1, quando Deus declarou que viu o que as Suas mãos haviam criado e eis que tudo era muito bom! Nem o pecado do homem tirou a excelência da criação de Deus!


A desobediência de Adão não revogou a intenção do Senhor de que o homem tivesse domínio sobre tudo! Para sanar este problema do provocado pelo homem, Deus enviou Jesus Cristo para ser O Homem, e Ele já tratou o pecado – levou sobre Si no madeiro.


Em Cristo Jesus a vontade de Deus se realiza, por isso, estar em Cristo é o melhor lugar para o homem: Ele veio para abrir o caminho do relacionamento entre Deus e o homem, então, se estivermos em Cristo, Ele estará em nós, logo, a vontade de Deus pode se realizar através da nossa vida. Não há desvios nos caminhos de Deus: eles seguem em linha reta. Senhor, Senhor nosso, como é majestoso....