sexta-feira, 26 de novembro de 2010

NÃO COMETERÁS ADULTÉRIO, NEM USARÁS O FACEBOOK PARA FAZÊ-LO.









O título da postagem é bastante estranho, mas não se trata de uma palavra de nossa autoria. Ele está como destaque no excelente jornal evangélico "Noticias Cristanas", que agrega sensacionais matérias em espanhol acerca da vida cristã como missões, musica gospel, educação, ministérios, etc.

Nesta semana o jornal trouxe uma matéria com o título acima, que poderia ser taxado de no mínimo diferente(você pode confirir o original aqui).

Digo diferente, porém seria melhor dizer polêmico, porque o pastor Cedric Miller da Living Word Christian Fellowship Church fez uma declaração contundente, parafraseando o versículo 4 de Exôdo 20 : "Não adulterarás, nem usará o Facebook para tal". Na verdade pr.Cedric entende que o adultério e Facebook são parceiros para a prática deste pecado.

Com uma igreja de 1.100 membros em Nova Jersey, E.U.A,  ele alega que 20 casais tem experimentado problemas conjugais nos ultimos seis meses, pois o marido acaba aceitando no relacionamento da rede social a ex-noiva ou ex-namorada.

Em decorrências destes problemas, cerca de 50 oficiais da igreja foram convocados a deletarem suas contas no site da rede social ou entregarem suas posições de liderança. Há um precedente em que o pastor já tinha solicitado as suas ovelhas casadas que informassem a senha de acesso aos seus parceiros, e agora ele sugere a desistência do Facebook . O pastor declarou: "Aconselhei os casais com problemas conjugais por causa do Facebook, gerada na acietação de  amizade na rede  com uma pessoa de relacionamento passado, porque isto acaba sendo uma tentação muito grande".

O pastor Miller é casado e tem uma conta no Facebook que usou para manter contatos com seis filhos, mas ele garantiu que seguirá seu proprio conselho e cancelará a sua conta este fim de semana. No ultimo domingo, sugeriu a todas as pessoas casadas que parem de usar o Facebook, não prejudicando assim o casamento. Ele continuou, "este conselho foi declarado a toda igreja para que saibam o que solicitei a liderança da igreja, não vou exigir de toda a congregação, porém confio que acatem meu conselho."

Falando de púlpito sobre os perigos do Facebook, disse:" Alguns líderes já fizeram, outras ovelhas assustadas eliminaram suas contas imediatamente, e algumas entenderam que isto não é da minha incumbência. "


Nosso parecer (inclusive com comentário postado no Jornal e Facebook):

Compreendo perfeitamente a posição do Pr.Cedric, que possivelmente erra por excesso de zêlo, mas não por omissão, porém penso que existe um falha quando os maridos aceitam as ex-noivas como amigas no Facebook. Compromisso assumido com uma  mulher é para sempre, o que passou, passou. Quanto à postura espiritual, há de se convir que o lugar do crente verdadeiro é na cruz, mesmo sabendo que tentações nos sobreviriam, e foi por isto que na oração de Jesus em João 17, Ele pede ao Pai que os seus seguidores não sejam tirados do do mundo, mas que sejam guardados do mal, porque creram Nele pela palavra de Deus.(Jo 17:15, 20).

Se Facebook, Twitter e outras redes sociais  funcionam como portas para o pecado, o problema não está nas redes em si, mas em quem não está "curado" na alma para manipular estas tecnologias. Como faremos então com a TV e a propria internet? Daniel disse que a ciencia se multiplicaria, e precisamos fugir para uma caverna porque não "temos maturidade" para enfrentar o resultado do progresso. Penso que "nao podemos impedir de um pássaro voar sobre nossa cabeça, mas de fazer um ninho, isto podemos impedi-lo".

Fomos comprados por um preço precioso, então devemos glorificar a Deus em nossos corpos. (I Co 5.20). Alguém que experimentou a máquina da cruz, é nova criatura, é nova vida. Não há como "uma linguiça virar porco de novo". Se segmentos da mídia estão influenciando vidas que se dizem cristãs, é porque a morte de cruz ainda não foi experimentada totalmente. Estes instrumentos da internet só geram males aos "que foram enterrados em cova rasa" . Façamos de Gálatas 2:20 uma canção diária :"Não mais eu, mas Cristo vive em mim, já estou crucificado."

E selando a postura da nova criatura Paulo é muito enfático em Romanos 6 quando fala do grande resgaste efetuado pela graça "considerai-vos mortos para o pecado, mas vivos para Deus, em Cristo Jesus. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, de maneira que obedeçais às suas paixões; nem ofereçais cada um os membros do seu corpo ao pecado, como instrumentos de iniquidade; mas oferecei-vos a Deus, como ressurretos dentre os mortos, e os vossos membros, a Deus, como instrumentos de justiça. Porque o pecado não terá domínio sobre vós; pois não estais debaixo da lei, e sim da graça." (Rm 6:11-14)

Nenhum comentário: